Anuncie no Publipt

Acompanhe nas Redes Sociais

terça-feira, 20 de agosto de 2013

O Mar Vermelho


Tu, com a tua beneficência, guiaste a este povo, que salvaste; com a tua força o levaste à habitação da tua santidade. (Êxodo 15:13).

Por causa do sangue do cordeiro pascal, Deus Se restringiu de atuar como Juiz e protegeu Israel do julgamento que se abateu sobre os egípcios. No Mar Vermelho, Ele Se tornou o salvação deles, livrando o povo de seus inimigos. Moisés disse: “O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis”. Israel não tinha de fazer nada, apenas ficar quieto e ver a salvação. “Não temais; estai quietos, e vede o livramento do SENHOR, que hoje vos fará” (Êxodo 14:13-14).

O próprio Deus tomou para Si a luta contra os inimigos, os poderes das trevas, pois somos impotentes para vencê-los. E em que situação Israel se encontrou: o mar à frente, montanhas de um lado, e faraó atrás. Isso é uma ilustração do terrível apuro humano. Contudo, para o Seu povo, Deus abriu um caminho no meio do mar, que foi a derrota do inimigo. Israel passou com o pé enxuto e alcançou a segurança da praia na outra margem.

Em sua aplicação espiritual, o Mar Vermelho representa o fim do poder de Satanás na morte de Cristo. Esse pensamento ilustra o brado de vitória de cada crente: “Cristo morreu por mim!”. Não apenas os nossos pecados estão perdoados pelo sangue do Cordeiro pascal, mas também fomos libertos do poder do inimigo.

Os que crêem em Cristo foram arrancados das trevas deste mundo e colocados no caminho da fé, que leva do deserto da vida terrena à gloriosa Canaã celestial. Quantos motivos para darmos brados de júbilo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acompanhe

Follow Us

parceiros





Troca Social

banner

Divulgue seu Blog

Fast-growing 1:1 Traffic Exchange

Parceiro Tecnogospel